8 de fev de 2012

O intermediário (Parte 5)

----New Dawn Fades----
-Essa é sobre mudanças, e sobre liberdade. Esse “so you say” no final da frase “a loaded gun won’t set you free” nos da a entender que a morte é bem vinda, se assim nos libertar.

----She’s Lost Control---
-Eu acho que aqui a mulher dele percebeu que ele pulou a cerca e ficou muito nervosa – o menino solta uma risada gostosa de ouvir.

----Shadowplay----
-Essa é mais animada, apesar do título. Tenho a impressão de que já ouvi um cover dela de uma banda, só que era um pouco mais eletrônico. Mas o ritmo animado é só uma máscara para uma letra soberba.

----Wilderness----
-Essa é a mais pesada, uma critica direta a religião, que a acusa de destruir o conhecimento. É a que transmite mais peso, talvez por ter sangue de Jesus no meio.

----Interzone----
-Essa é bem punk, nem parece estar em um álbum soberbo e profundo, achei desconexa.

----I Remember Nothing-----
-Essa é bem pessoal a quem a escreveu, mas tem momentos que acho que é para sua esposa novamente, como uma jaula, como se a proximidade criasse uma distancia insuportável.

A música tinha alguns minutos ainda, e o menino então complementou:

- É a última, é um álbum muito bom, intenso e misterioso, melancólico, um desabafo, problemas, crises existenciais. Creio que quem escreveu as letras passava por um estado mental difícil, se viu várias vezes entre a vida e a morte, mas pelo que eu pude entender eu acho que ele conseguiu passar por cima de tudo isso... creio que o pior não aconteceu.

(...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário